14/12/17

VISITAS GUIADAS À SALA DA NATIVIDADE


Com o objetivo de angariar donativos para a campanha dos Missionários da Consolata "Angola 2018 - Crianças saudáveis", o CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia irá realizar visitas guiadas à Sala da Natividade de 19 a 23 de dezembro, pelas 16h00.

Esta sala da exposição permanente reúne presépios e Meninos Jesus que constituem o maior conjunto patrimonial que nas coleções museológicas portuguesas representa o tema de Jesus Cristo na infância. Reunidos pela fé e pela dedicação colecionista do Padre António Rosado Belo, alguns agrupamentos de peças de importante valor artístico dão testemunho das grandes linhas da história devocional e cultual do Menino Jesus no nosso país.

Esta iniciativa pretende chamar a atenção para o verdadeiro significado do Natal, permitindo ao visitante fruir da mensagem natalícia através do património artístico.

Os textos que contextualizam as coleções, escritos pelo Cónego António Rego, têm sido muito elogiados pelos visitantes do museu, quer pela mensagem transmitida, quer pela forma como enquadram cada núcleo expositivo.


Não é necessária marcação prévia e o donativo é livre.

24/11/17

TARDE DE POESIA NATALÍCIA


No próximo dia 2 de dezembro, sábado, pelas 16h00, irá decorrer no CONSOLATA MUSEU a 10.ª edição da “Tarde de Poesia Natalícia”.
Crianças do 1.º ciclo de Fátima declamarão poemas de sua autoria inspirados nas coleções de presépios e Meninos Jesus que este museu conserva.
Para esta edição foi convidada a escritora Carmen Zita Ferreira que estará à conversa com os pequenos poetas, declamando também alguns poemas natalícios.
Parceria: Liga dos Amigos do Museu

15/11/17

“FÁTIMA HOJE” - Exposição temporária colectiva de fotografia


Irá inaugurar no CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, no dia 21 de novembro, terça-feira, pelas 21h00, a exposição temporária colectiva de fotografia “FÁTIMA HOJE”.

Organizada pelo museu e sua Liga de Amigos, a mostra expõe trabalhos de fotógrafos locais, retratando alguns aspetos ligados a Fátima, depois do centenário das Aparições.

Durante a inauguração decorrerá a atividade " Chá com Arte" com momentos de tertúlia com os fotógrafos e convidados.


Os visitantes poderão admirar os trabalhos de Ana Paula Ribeiro, António Marto, Fernando Pereira, Francisco Pedro, Graça Marques e Isaura Marques.

12/10/17

DIA NACIONAL DOS BENS CULTURAIS DA IGREJA




Para assinalar o Dia Nacional dos Bens Culturais da Igreja, 18 de outubro, quarta-feira, o CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia irá oferecer aos seus visitantes várias ofertas, surpresas e duas visitas guiadas ao museu e às reservas sem pagamentos extra. A primeira visita terá início às 15h00 e a segunda às 16h30.

10/10/17


No âmbito do encerramento da exposição temporária «A Minha Romagem à Fátima | Padre João De Marchi», patente ao público no CONSOLATA MUSEU| Arte Sacra e Etnologia desde o passado dia 5 de maio, iremos realizar no dia 21 de outubro, sábado, às 16h00 um "Chá com Arte" especial sobre o tema "João De Marchi e a mensagem de Fátima no mundo".

Estarão à conversa sobre o tema o Padre Aventino Oliveira (Missionário da Consolata), o Padre Doutor Luciano Cristino e a Doutora Margarida Rézio (CEHR – Universidade Católica Portuguesa de Lisboa).

Será também apresentada na sessão a monografia "Itinerário Missionário do Padre João De Marchi" de Margarida Rézio e Gonçalo Cardoso.


Descrição do evento:


O CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, em parceria com a sua Liga de Amigos (LaMase), realiza mensalmente a atividade «Chá com Arte», a decorrer numa das salas da exposição permanente, onde após a degustação de chá e biscoitos, num ambiente intimista, surgirá um momento de entrevista e tertúlia com convidados especiais de reconhecido mérito do mundo das artes, cultura e religião.  

30/09/17

NUNCA MAIS É SÁBADO! Oficinas para crianças



O Serviço Educativo do Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia apresenta um programa para todas as manhãs de sábado, dirigido a crianças dos 6 aos 12 anos, promovendo diversas atividades lúdicas e artísticas que decorrerão entre as 10h00 e as 12h30.

Teatro de fantoches, jogos de descoberta, oficinas de pintura, visitas aos bastidores do Museu (Reservas, Biblioteca, Sala de Restauro), aventuras missionárias, música, dança e muitas surpresas estarão semanalmente disponíveis aos participantes.


As inscrições devem ser efetuadas até à quinta-feira anterior através do telefone 249 539 470.

“100 anos de Fátima”



No dia 7  de outubro, sábado, às 16h00, vai ser apresentado ao público no Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia o livro de fotografia “100 anos de Fátima” da autoria de Graça Marques. 


PREFÁCIO

As fotografias são uma forma tão pura e profunda de exprimir os sentimentos. Elas revelam-nos a essência daquilo que é o coração.

A Graça é uma apaixonada pela fotografia e empresta ao seu trabalho uma pureza simultaneamente profunda e depurada. Tem uma coleção de fotos de diversos ambientes e de várias situações do quotidiano espiritual.

As fotografias deste Livro revelam-nos Fátima naquilo que ela tem de especial e transcendente. O santuário de Fátima é um centro de encontro de vários povos, diferentes culturas e distintas religiões. Fátima é uma casa de oração, de contemplação, de experiência de paz e de vivência da misericórdia de Deus.

Nestas fotografias, Graça leva-nos a ver Fátima com olhos de superação. As suas fotografias mostram-nos a beleza de um espaço onde o Divino se renova permanentemente. Mostra-nos o coração de Fátima.

Esperamos que, ao ver estas fotos, toda a pessoa humana possa encontrar paz e alegria.

Padre Custódio Langane



GRAÇA MARQUES vive e trabalha em Fátima, muito perto do Santuário, ao qual dedica atenção quase diária, registando muito da vida daquele local de culto, o de maior referência no nosso país e não só.

Há muito apaixonada pela fotografia é frequente viajar acompanhada da sua câmara e tem o bom hábito de partilhar as suas imagens em diversos sites de fotografia e redes sociais, onde tem centenas de fiéis seguidores.


A sua intensa atividade profissional impede-a de poder evoluir como gostava em termos técnicos, assumindo por isso ser uma autodidata, mas a sua perseverança e amor pela fotografia fá-la seguir em frente, apoiada na sua sensibilidade e necessidade de mostrar tudo o que a encanta e emociona.

10/08/17

VISITAS GUIADAS


Durante o mês de agosto, o CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia irá oferecer aos seus visitantes visitas guiadas sem pagamentos extra. 
As visitas decorrerão de terça a sábado às 16h00, com a duração de 60 minutos. Não carecem de marcação prévia e não é necessário número mínimo de participantes.
Tutelado pelo Instituto Missionário da Consolata, este museu reúne uma vasta coleção de elevadíssimo interesse artístico e cultural, promovendo o encontro com a beleza, a arte, a história e a cultura.
Através das suas coleções de Arte Sacra, que espelham os diferentes passos da vida de Cristo, e de Etnologia, que fazem eco dos mais longínquos lugares relacionados com a Missão, o visitante é levado a contemplar as mais surpreendentes peças da cultura artística cristã e a tomar contacto com povos e culturas de todo o mundo. A sua ligação ao espaço onde se implanta aparece especialmente vinculada através do espólio relacionado com os videntes de Fátima apresentado na Sala dos Pastorinhos.

26/05/17

Papa Francisco, Nossa Senhora de Fátima, São Francisco Marto e Santa Jacinta Marto em bOOnek


Há quem fale pelos cotovelos. A artista plástica Estela Baptista Costa fala pelos bOOnek.

Papa Francisco, Nossa Senhora de Fátima, São Francisco Marto e Santa Jacinta Marto, são os novos trabalhos à venda em exclusivo no Consolata Museu | Arte Sacra e Etnologia.

​«Os boonek são ilustrações pintadas sobre tecido e convertidas em bonecos. Sendo eu ilustradora para a infância senti sempre necessidade, também como mãe, de fazer chegar às crianças uma imagem mais infantil dos santos.

Os meus filhos pedem-me bonecos dos super-heróis e brincam com eles. Penso que a melhor forma de educar as crianças na Fé e fazê-los perceber quem foram os santos é tornar essas personagens mais palpáveis, mais apelativas para as crianças.

Porque é que os santos não podem ser super-heróis? Foi nesse sentido que fiz estes boonek sobre os santos, para os tornar mais próximos das crianças, para que eles possam querer dormir agarrados a uma Nossa Senhora ou ao Papa, ou aos pastorinhos que são também crianças e que se encaixam neste mundo muito bem, porque são crianças para outras crianças e que, segundo o milagre que os levou à canonização, são crianças que cuidam de outras crianças. É, também, uma forma de evangelizar».

***

Estela Baptista Costa nasceu nas Caldas da Rainha em 1975. Viveu a sua primeira infância no meio das árvores e da terra gravando assim no seu ADN a marca da natureza. Talvez tenha sido aí que tenha nascido o seu amor pelas árvores que tenta imortalizar na sua gravura.

Formou-se em Artes Plásticas na atual ESAD (Escola Superior de Arte e Design) no último ano do segundo milénio. Três anos antes, no mesmo sítio, conheceu Bartolomeu Cid dos Santos com quem descobriu e partilhou os mistérios da Gravura e com quem teve o privilégio de trabalhar em diversas ocasiões. Também em 2000 fez o curso de ilustração infantil na Fundação Calouste Gulbenkian e desde então que se dedica violentamente à gravura a par com a ilustração de livros infantis.

Já trabalhou num Museu, teve um romance de Verão com um pomar de pêra-rocha, trabalhou com crianças, fez artesanato urbano, fez exposições por Portugal, Espanha e França e coordenou a Companhia do Eu (escola de escrita criativa), do poeta e escritor Pedro Sena Lino, onde aprendeu a esculpir palavras.
Desde 2011 que se empenha no curso mais importante da sua vida, o da maternidade.

Sempre que pode volta à aldeia onde cresceu para sentir o cheiro da terra e abraçar as árvores.

20/05/17

Arte Sacra em Fátima - CHÁ COM ARTE


O CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia, em Fátima,  e a sua Liga de Amigos, realizarão no dia 30 de maio, terça-feira,  às 21h30, o último “Chá com Arte” da temporada. 

Após a degustação de chá e biscoitos, iniciar-se-á a conversa  com o convidado especial Marco Daniel Duarte que abordará o tema “ Arte Sacra em Fátima”.

A próxima temporada arrancará em final de setembro, pretendendo-se discutir várias áreas desde a missão, religião, a arte, etnografia, antropologia, música, entre outros temas.

***
Marco Daniel Duarte é diretor do Serviço de Estudos e Difusão do Santuário de Fátima, onde dirige o Museu da Instituição, e do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima. 

Doutorado em História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, tem desenvolvido os seus estudos no âmbito do saber da Iconografia e da Iconologia, áreas sobremodo ligadas à arte sacra antiga e contemporânea. 

Pertence à Academia Portuguesa da História, como Académico Correspondente, é Sócio Efetivo da Associação Portuguesa de Historiadores da Arte, Membro da Sociedade Científica da Universidade Católica Portuguesa e Colaborador do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX, da Universidade de Coimbra. 


Em 2009 foi nomeado para integrar o Grupo Técnico Coordenador do projeto Rota das Catedrais, cujo protocolo foi celebrado entre o Ministério da Cultura e a Conferência Episcopal Portuguesa. Autor de vários estudos publicados em revistas científicas e editados em livro, alguns deles premiados, tem também comissariado diversas exposições científicas subordinadas às temáticas da sua especialidade. 

11/05/17

NOITE DOS MUSEUS


No dia 20 de maio, sábado, o CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia irá juntar-se à 13.ª edição europeia da “Noite dos Museus” onde centenas de museus da Europa estarão abertos à noite com várias atividades.

Este museu estará aberto até às 0h00 realizando pelas 21h30 uma “Visita Guiada à Luz da Lanterna com momentos musicais surpresa” a cargo da fadista LUISA VILAS BOAS.
A entrada é livre, mas como número limitado a 30 pessoas, sujeita a marcação prévia através do telefone 249 539 470.


BREVE BIOGRAFIA DE LUÍSA VILAS BOAS
Natural de Barcelos, Luísa Vilas Boas nasceu em 1980 e desde muito cedo começou a revelar o gosto e talento pela arte musical. O fado foi surgindo num ambiente familiar que muito tem incentivado a fadista e a inspira na sua expressão.
A sua primeira participação pública no fado deu-se na V Grande Noite do Fado de Braga, em 2005. Desde então tem percorrido Portugal Continental e Insular, e o estrangeiro em magníficas salas de espetáculo e nas mais caraterísticas casas de fado.
Em 2007 venceu a IV Gala de Fado de Santo Tirso. No I Concurso de Fado da cidade de Vila Nova de Famalicão, em 2011, foi aclamada a grande vencedora, deixando o público ao rubro com as várias interpretações.
No ano seguinte, 2012, editou o seu primeiro álbum, no qual se podem ouvir fados tradicionais mas também alguns originais, como “Para Sempre”, “Maria Tristeza” e “Referência”. Com a frescura de uma voz jovem mas madura, cativa pela espontaneidade e reinterpretações de sucessos antigos. Poetas como Alfredo Marceneiro, Pedro Homem de Mello, David Mourão Ferreira, Maria Teresa Horta, e José Guimarães estão presentes nos temas interpretados.
Custódio Castelo, Samuel Cabral, António Cardoso, Mário Henriques, Miguel Amaral, Manuel Reis e André Teixeira são alguns dos nomes dos músicos e amigos que têm acompanhado Luísa Vilas Boas ao longo da sua carreira.
Professora de profissão, dedica-se ao fado de alma e coração em cada momento da vida.
Se o fado é a mais elevada representação portuguesa, então, diz a fadista: "O Fado voa no meu coração e percorre todo o meu corpo. Cresce como raízes... Explode em cada melodia e eu vivo e torno a viver!"

10/05/17

CRIF - Centro de Reabilitação e Integração de Fátima expõe no CONSOLATA MUSEU!


No âmbito do Centenário das Aparições, estarão expostos, de 13 de maio e 13 de outubro de 2017, no hall da recepção do CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia quatro trabalhos dos utentes do CRIF - Centro de Reabilitação e Integração de Fátima.
O número quatro corresponde ao número de siglas do CRIF e todos os dias 13 de cada mês os trabalhos serão substituídos pelos de outros artistas da mesma instituição. Neste mês de maio é Luís Lasota a ter oportunidade de expor as suas pinturas.
O Centro acolhe cerca de cento e vinte utentes com necessidades especiais, ao nível da deficiência física e mental. Muitas destas crianças têm expressões ao nível artístico que são desenvolvidas e orientadas pelas várias equipas profissionais da instituição.
A visita é livre e pode ser admirada de terça a domingo com o seguinte horário: 10h00-13h00 |14h00-18h00.